A primeira prova de um concurso público é aplicada, em geral, entre 30 e 90 dias após o lançamento do edital. No entanto, 90 dias não é tempo suficiente para cobrir um edital por completo, principalmente, os de concursos de nível superior que exigem conhecimentos específicos do cargo.

A maioria dos candidatos começa a estudar depois da divulgação do documento, mas para ter um resultado positivo na nota final da prova, o primeiro passo é fazer o contrário: começar a se preparar antes do edital. Quer saber por quê? Descubra, a seguir:

 

1-Rendimento e qualidade nos estudos

estudo realizado antes do edital é mais tranquilo e rentável, pois não haverá nervosismo ou ansiedade. Além disso, o seu estudo terá mais qualidade e, provavelmente, conseguirá cumprir o cronograma melhor do que um estudante que se dedica apenas durante as semanas que antecedem a prova.

2-Estudar as disciplinas mais difíceis

Todos os estudantes sentem dificuldades em determinadas matérias, e, se você começar a se preparar com antecedência focando nas provas anteriores do concurso que pretende concorrer, conseguirá sanar todas as suas dúvidas e corrigir todas as suas deficiências.

3-Estudar os editais anteriores

Depois de escolher o cargo que pretende exercer, você deve consultar os editais de concursos anteriores, pois eles oferecem dados sobre os temas cobrados em cada disciplina, além do perfil da banca organizadora, que tem um sistema de elaboração de provas que se repete.

Por exemplo: Concursos para tribunais exigem, geralmente, matérias como Direito Administrativo e Direito Constitucional. Já os concursos da área administrativa, vão cobrar Língua Portuguesa e Raciocínio Lógico.

Depois desse planejamento, procure atualizá-lo assim que o edital for publicado. As disciplinas relativas à legislação podem sofrer mudanças entre um concurso e outro, pois alguns aspectos das leis podem ser alterados. Portanto, não deixe de fazer uma revisão da sua estratégia de estudos assim que tiver o edital em mãos.

Bons estudos!